Rogério Ceni fala sobre chance de título, exalta jogadores e revela jogos marcantes na Série B

rogrio ceni OPOVO

O técnico do Fortaleza, Rogério Ceni, foi o convidado do programa "Resenha", do canal Espn, do domingo, 12, um dia após a virada nos acréscimos contra o Guarani. O "mito", que teve a companhia dos ex-jogadores Zetti, Amoroso, Djalminha e Fábio Luciano e o apresentador André Plihal, falou bastante do trabalho à frente do Tricolor do Pici de uma forma pouca vista desde que passou a comandar a equipe, no fim de dezembro de 2017.

+ Começa venda de ingressos para Fortaleza x Boa Esporte

Com um início avassalador na Série B, o Fortaleza comandado por Ceni "vendeu" o sonho para o torcedor de que é possível o acesso e o título. E, segundo o treinador, é preciso entregar a "venda". 

"A gente, no futebol, é um grande vendedor de sonhos. Quando se inicia um campeonato com nove jogos, sete vitórias e dois empates, você já vendeu um sonho para o torcedor, que já começa a acreditar. Cada torcedor vê o seu time como o melhor do mundo. Sempre falo pra eles (jogadores) que vendemos alguns sonhos e agora temos que entregar", disse Rogério.

O ex-goleiro exaltou os jogadores e a boa relação entre eles. Ceni classificou os atletas como "parceiros de trabalho". "É um grupo muito bacana. Peguei profissionais comprometidos. Estamos trabalhando há oito meses e nunca houve um atraso. Isso mostra muito do interesse e da vontade deles", comentou.

Ceni revelou ainda os dois jogos marcantes na campanha até agora na Série B. "A estreia contra Guarani, 2 a 1, com gol de falta do Gustavo aos 49 minutos do 2° tempo. E o jogo de ontem (sábado, 11 de agosto), numa virada pra chegar a marca expressiva de 40 pontos. Ganha confiança e traz o torcedor pra perto", afirmou.