Deputado Júnior Mano é vítima de Fake News e justiça estipula prazo para autor apagar postagens mentirosas

A prática de compartilhar informações falsas, as chamadas “Fake News” para tentar difamar alguém está sendo combate pela justiça. Vítima dessa ação, o Deputado Federal Júnior Mano (PL), havia entrado com uma ação de reparação por danos morais com pedido de tutela de urgência contra a pessoa de Aldo de Paiva Rosa. Morador do município de Nova Russas, mesma cidade do parlamentar, Aldo é acusado de compartilhar informações falsas sore o parlamentar nas redes sociais, especialmente no Facebook e em grupos de Whatsapp. As publicações foram taxadas pela justiça como “Fake News” Em decisão proferida no dia 30 de junho, o Juiz Titular da 3ª vara cível de Fortaleza, Dr. Cid Peixoto Neto, deferiu a favor de Junior Mano, uma decisão determinando ao acusado, que em 48 horas, ela pudesse tirar do ar todas as publicações mentirosa

BLOG DO MANUEL SALES

FONTE